Dicas para quem adopta um gato

       Por vivermos num mini-zoo, tentamos pesquisar as melhores formas de cuidarmos dos nossos amigos de quatro patas. Os nossos amigos sabem disso e costumam perguntar-nos "Vou adoptar um gato, e agora? O que e é que eu preciso de comprar para cuidar dele? O que é que preciso fazer?". Primeiro fazemos questão de os alertar que adoptar um animal está longe de ser o mesmo que comprar uma televisão nova. Adoptar um animal é o mesmo que pensar em ter um filho, já que também está implícito ter-se muitas responsabilidades e também é para a vida toda do animal. Se percebermos que as intenções de cuidar dele para a vida parecem ser reais, então passamos às acções e explicamos o básico de viver com um gato, com as dicas que vão poder ler neste artigo.

dicas para quem adopta um gato + dicas para adoptar uma gata + vida de pet + blogue de animais de estimação

        Antes de adoptarmos um felino, na nossa opinião, devemos adequar o espaço em que vivemos para o receber. Com isto estamos a referir-nos a comprar capas para o sofá para os proteger das suas unhas, por exemplo. Recomendamos também que, se tiverem, se despejem de decorações com demasiadas fitas ou bordões, pois, à partida, vão despertar a atenção dos gatos e resultar numa destruição. Colocamos nas prateleiras os objectos mais junto à parede e mais afastados da beira, já que os gatos gostam de saltar para as prateleiras e podem derrubá-los, acabando por os partir sem intenção. Claro que tudo dependerá da personalidade de cada gato. No nosso caso, temos um gato muito calmo que pouco salta e uma gata que salta para cima de tudo, muito rebelde. Podem tentar prever o comportamento do vosso gato pesquisando através da internet, sabendo a raça, mas não implica que o que vão ler seja uma única verdade. Cada caso é um caso diferente. Ah! E nisto das aprendizagens por conta própria, temos que dizer-vos que uma das principais regras a viver com felinos é: não deixem comida sem protecções com felinos por perto ou acabam por ficar sem ela...

dicas para quem adopta um gato + dicas para adoptar uma gata + vida de pet + blogue de animais de estimação
       Depois de todas as questões comportamentais; depois da tomada de consciência do que será ter um gato, se quisermos assumir esse compromisso, então o que vamos precisar será toda esta lista:

Caixa de areia:

       Existem vários tipos de areão e devem escolher o que vão preferir usar antes de escolherem a caixa a comprar. Nós costumamos comprar o areão mais em conta, pelo que comprámos duas caixas de wc mais comuns, sendo sempre preferível comprar uma que tenha tampa para não haver tanta areia fora da caixa. Existem sacos específicos para colocar nas caixas e facilitar a sua limpeza. Existe também, para a areia aglomerante, várias caixas especiais que ajudam na remoção das necessidades fisiológicas felinas.

Bebedouros:

       Há que comprar um comedouro e bebedouro para colocar comida e água. Os gatos são originais do norte de África e não costumam beber muita água, pelo que não é benéfico para eles se só lhes derem comida seca. Ao contrário do que a maioria dos veterinários diz, faz bem dar-lhes as latas de comida húmida.

Comedouros:

       Façam-lhes ou comprem brinquedos para eles caçarem a sua comida. Podem encontrá-los em qualquer loja de animais, com os mais diversos formatos e preços, mas podem também facilmente fazerem os vossos próprios. Recomendamos que usem a última sugestão, porque os gatos fartam-se de usar os mesmos brinquedos. Assim, podem reciclar e construir brinquedos com materiais que possam facilmente ser alterados para o efeito. Caso os felinos se cansem do brinquedo, poderemos facilmente construir outro. Por exemplo, podem pegar numa garrafa de água e furar em vários locais. Depois colocam biscoitos e dão-lhes para eles brincarem até a comida sair. Podem ainda construir facilmente uma fonte para que bebam água, com uma bomba de água e poucos materiais. Vão mantê-los activos, saudáveis e, de certeza, muito mais felizes! E por falar em felicidade e brinquedos...

Brinquedos:

       Os brinquedos são essenciais para que os gatos não se tomem demasiado sedentários; para que não acabem a comer e dormir, dormir e comer... Mas como já dissemos, os gatos cansam-se depressa dos brinquedos. Por isso mesmo mais vale apostar em fazer brinquedos ou comprar os mais baratos. Se quiserem diy's (em português faça você mesmo) e ideias para fazerem os vossos próprios brinquedos para gatos, deixem o pedido nos comentários que nós temos todo o gosto em mostrar-vos as nossas ideias!

Arranhadores:

        Já que estamos a falar de artigos indispensáveis para os felinos domesticados, não podemos deixar de referir os arranhadores. Se quiserem que os vossos sofás, cadeiras, cortinados e afins sejam poupados, devem investir em ter vários arranhadores espalhados pela casa. Desta forma, os gatos mantêm as unhas cuidadas, sem fazerem estragos. Claro que isso não dispensa que cortem as unhas de tempos a tempos, mas ajuda muito. Podem comprar em qualquer loja, inclusivamente em supermercados, ou fazer os vossos próprios arranhadores com cartão e/ou fio próprio.

Transportadora:

        Será também muito importante ter uma transportadora que permita que viajem com os vossos amigos em segurança. Lembrem-se que, mais que não seja, uma viagem ao veterinário vão ter que fazer de vez em quando...


dicas para quem adopta um gato + dicas para adoptar uma gata + vida de pet + blogue de animais de estimação
       Estranham então que não vos digamos que precisam de uma cama? É que eles vão usar toda a casa para esse mesmo efeito. Não vos dizemos para gastarem dinheiro que depois se revela ter sido desnecessário. O comum é que eles usem a caixa onde trazem a cama e não a dita cama. Nisto temos a dizer-vos que mais vale colocarem somente uma ou duas caixas e eles vão adorar estar lá dentro. Se quiserem, arrisquem também nas camas, mas depois não digam que não avisámos... 

Que outras dicas têm os adoptados por gatos a dar a quem vai agora arriscar nesta vida em comum com felinos?
vida de pet+ blogue de animais de estimação + blogue português + pedro e telma

Sem comentários

Comentem com dúvidas, opiniões, novas ideias e sugestões e não deixem de partilhar também as vossas histórias. Responderemos assim que possível.

Com tecnologia do Blogger.